Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My life cupboard

My life cupboard

2013

por Anabela, em 31.12.13

2013 já passou! Trouxe muitas mudanças positivas para a minha vida.

Entre os muitos amigos que fiz este ano - e que levo comigo para 2014 - ainda tive a honra de dar formação a pessoas absolutamente incríveis, que tornaram o meu mundo mais rico.

Penso que aprendi mais do que ensinei!

A meio do ano, ainda consegui tirar uma formação em Turismo e... fazer mais amigos. Passei o Verão a fazer passeios, almoçaradas bem dispostas e com muitas "porcarias" deliciosas à mistura. Isto tudo com o Douro como pano de fundo!

Entre idas ao Porto, à Guarda... aconteceu a maior mudança de todas... LISBOA!

 

Por cá, os dias passam a correr sem que eu dê conta, ou tenha poderes para os abrandar um pouco. Ainda não aprendi a gerir o meu tempo, nesta cidade que nunca dorme!

Adoro o meu trabalho, as pessoas que fazem parte deste meu novo dia-a-dia, e aprendo imenso... talvez, na mesma proporção em que faço asneira atrás de asneira!!

Praticamente ainda não conheço a cidade, e pouco esforço tenho feito nesse sentido - reconheço! Mas ao fim-de-semana só penso em descansar, dormir e relaxar! Só ao fim-de-semana consigo tirar um tempinho para mim, para descarregar toda esta energia acumulada durante a semana!

Ainda não vos disse? Moro com 2 vampiros... Eu vivo durante o dia, eles durante a noite! Só a 3 pessoa que mora lá em casa, consegue ter uma vida "normal"!!

Desfazem-se em desculpas constantes para justificar o barulho que fazem durante a noite ... o que me deixa realmente exausta! E as contas? Ai, as contas!!

Mas bem, o balanço é positivo! Demasiado positivo. Estava mesmo a precisar de um ano assim, revigorante.

2014, recebo-te de braços abertos, com esperança e muita fé de que vais ser mais um ano de realizações pessoais e profissionais.

 

"2014, Please be good!"

 

Bom ano a todos! Desejo-vos um 2014 com muito amor, carinho, amizade e muita saúde.

Nunca percam a esperança de um amanha melhor!

Beijinhos, vemo-nos em 2014... Até já!

"Se a vida te dá limões, faz uma limonada!"

por Anabela, em 04.12.13

Bom, ainda agora o mês começou e eu já ando a mil à hora.

Amanhã, vou ter uma reunião com a minha coordenadora e vou ter que lhe apresentar algumas propostas de mudança em relação à Instituição para a qual trabalho.

Verdade seja dita, apenas duas semanas não chegam para descobrir como funciona o motor do Estado e reagir em função disso.

Também amanhã me vão apresentar um projecto para desenvolver ao longo de 2014.

Não posso dizer que não estou apreensiva. Como nunca trabalhei na área pra a qual me formei, estou com algum receio de não estar à altura.

Mas vamos lá dar a volta a isto com uma dose extra de atitude e boa disposição!

Este ano praticamente não vou ter Natal, e o Ano Novo é para esquecer, porque isto das pontes e férias são só para superiores ou pessoas da casa. Facto que me está constantemente a criar neuras!! Pois, não vou ter tempo de ver ninguém.

Até lá, resta-me esperar que alguém se lembre que eu moro lá no Norte e que não bastam 30 minutos para lá chegar!

Apesar disto, estou a tentar levar com a maior calma que me é possível, mas estar a trabalhar no dia 23 (segunda) "só pra encher chouriços" dá-me a volta ao estômago!

Lado positivo disto tudo? Hei, tenho trabalho! Estou numa cidade nova, com outras pessoas e novas histórias para viver!

É bom, não é?!

O susto!

por Anabela, em 02.12.13

Estás constantemente a pregar-me sustos!

Sejam pela violência existente no país onde vives, seja por aviões que caem sem explicação aparente, ou até por surtos de doenças.

Não sei porquê, mas continuo a preocupar-me.

A amizade não sobreviveu -  nem tinha como sobreviver - mas o meu carinho ficou. Vejo-te como um irmão mais novo, talvez... ainda não sei bem. Ainda é muito recente.

Mas sempre tiveste o dom de me fazer preocupar com o teu bem-estar.

Cada vez que ouço a palavra "Moçambique" fico com o coração apertado.

Apesar da vida nos ter separado, e de ter sido a decisão mais sensata que tomamos, fico com o coração apertado quando as notícias são menos boas. E olho para o telemóvel constantemente, tentando esquecer aquela ânsia de te ligar para saber se estás bem. ( Mesmo sabendo que apaguei o teu número há já muito tempo)

Sei que as más notícias voam... Mas não consigo evitar ficar com um certo "ódio" ao televisor, ou à página da internet que noticiem qualquer mal estar nesse que é, agora, o teu país.

Porque raio tinhas tu de ir para um lugar tão perigoso?

Sei, também, que estás habituado e convives bem com a situação que aí se vive. Porém, eu estou constantemente sobressaltada.

Gostaria de proibir-te de me pregar esses sustos, com tanta frequência...

Ainda não encontrei a fórmula para quebrar este último feitiço que me liga a ti.

Sempre fui assim, não é verdade?! Sempre quis cuidar de ti... mesmo quando tudo ainda não passava de uma ilusão, nem sequer sonhavamos ser mais do que amigos!

Acho que isso nunca mudou.. E a tua felicidade é importante para mim, mesmo distante, mesmo com outras pessoas nas nossas vidas, mesmo com caminhos tão diferentes, com visões do mundo e das pessoas tão divergentes. Sempre fomos a água e o azeite, nunca nos conseguimos misturar mas ficamos sempre lado a lado, mesmo que de longe, só observando...

Quero-te bem... por favor, cuida de ti.

Adaptação

por Anabela, em 02.12.13

Como vos disse ontem, ainda me estou a tentar ajustar à Capital.

Neste momento, moro num pequeno apartamento com mais três pessoas - estudantes - e que no geral ainda se encontram numa fase diferente da vida.

Resumindo, eu vivo durante o dia, e eles são autênticos morcegos!

E a vida vai rolando assim, encontramo-nos por acaso, convivemos pouco, mas já posso afirmar que são pessoas maravilhas e com um coração gigante.

O dias passam da seguinte forma, eu levanto-me cedo e eles vão deitar-se, quando eu chego ao fim da tarde eles ainda estão a almoçar! Maneiras que é isto!

Os fins de semana são de sossego e paz, pelo menos quando não existem festas lá por casa.

Ainda não vos disse? Pois bem, as festas são todaaaaaaaaas lá em casa, mas mesmo todas! Sejam eles moradores ou não!

E bom... eu tento levar...

Se gosto? Não julgo. Nunca fui muito desse tipo de festas, mas compreendo a sua posição.

Agora estou numa fase de paz, quero ficar por casa com os amigos ( que estão longe, então é impossível!! ) a beber um copo de vinho, e pôr a conversa em dia ou ir ao cinema, jantar fora... programas mais pacatos.

Dou por mim a apreciar a calma, nesta cidade em que tudo está em constante movimento!

Aqui os dias passam velozes...e o tempo para nos dedicarmos a quem gostamos, e ao que gostamos é escasso.

Claro que também tenho os meus momentos. Claro que ainda cometo erros, loucuras, faço idiotices constantemente. E pior... cada vez tenho menos filtro o que pode ser caótico!! Isto de se dizer o que se pensa sem medir as consequências pode ser desastroso!

Mas como estava a dizer, continuo a gostar de sair, de beber e de me divertir, mas com "aquele" meu grupo que me entende por mais "borradas" que eu faça!

Agora, nesta fase da minha vida, aprecio os momentos de serenidade que vou tendo nos meus dias, sinto de forma invulgar saudades dos amigos que fiz ao longo dos meus 27 anos. Sinto que estou longe... e que a vida me leva, não sei bem para onde!

Agora, a prioridade é o trabalho, são os horários e a responsabilidade a eles inerentes.

É necessário crescer e tornar-me responsável, e viver um dia de cada vez, com a esperança de que o futuro só me reserva coisas boas!

A mudança...

por Anabela, em 01.12.13

Pois bem... aqui estou eu na Capital do país. Nesta cidade que nunca dorme e que tem uma luz incrível!

A vida segue o seu rumo, e ainda me estou a tentar ambientar.

Casa -trabalho - casa, tem sido a minha rotina nestas duas últimas semanas. 

Não que não tivesse tempo para visitar esta bela cidade plantada à beira mar, mas tenho aproveitado para descansar e pôr as coisas em ordem cá por casa.

O trabalho, ai o trabalho!!! É tudo o que pedi e muito mais. Ainda não comecei verdadeiramente ... 

O mês de Dezembro vai ser a doer... mas para já vou aproveitar o que esta linda cidade tem para oferecer, para além desta maravilhosa luz com que acordo todos os dias!

Vai ser fácil escrever sobre Lisboa, sobre a sua vida, o seu movimento,as suas gentes...

Lisboa... ai Lisboa!!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D